17 de nov de 2008

Crop Circles

Esse é um assunto manjado, batido, velho e defasado, mas ainda assim, de tempos em tempos, dá as caras na mídia. Talvez isso deva-se ao fato de lidar com o desconhecido, com o oculto... com aquilo que, segundo alguns crêem, está ali, ainda que não saiba-se o quê. E isto, com certeza, acontece devido à falta de ceticismo, e à vontade de acreditar.

Os "círculos na plantação" ou "crop circles" já foram desmascarados inúmeras vezes, há muito tempo. Agora que o assunto está em voga, devido ao surgimento dos círculos em Santa Catarina, torna-se recorrente quando se está conversando sobre bizarrices em geral...




A meu ver, um fato não contestado não tem valor. Isto é sadio e livra-nos das garras da fé, uma causadora de cegueiras, refúgio dos desesperados. Pois bem... para que os "crop circles" percam sua mística (assim como muitos outros assuntos obscuros) basta que entremos no youtube e busquemos por "crop circles".




A base do processo é de fato muito simples: um sujeito posta-se ao centro do que virá a tornar-se o círculo. Ele então estende uma corda que será tomada por um segundo sujeito, este portando uma espécie de tábua, a ferramenta que amassa a vegetação, dando a impressão de que alguma aeronave de peso acentuado pousou sobre a plantação ou algo assim. O fato de a corda estar totalmente estendida em todos os momentos faz com que o círculo beire a perfeição, possuindo um raio uniforme. Pronto. Agora é só seguir o fluxo.




É inegável a beleza e complexidade de alguns "crop circles". São verdadeiras obras de arte. Certamente exigiram bastante empenho de seus criadores. Mas negar que sejam criados por artifícios humanos parece-me absurdo... afinal de contas, a humanidade já fez coisa muito mais foda...




Sempre... SEMPRE vai haver um charlatão pra dizer que está captando vibrações cósmicas... e pra vender quinquilarias alienígenas, camisetas e lembrancinhas... quem quer ver mais sobre o assunto, basta que vá procurar pelo google e pelo youtube... barbada...

Nenhum comentário: